PERIPÉCIA


 

 

 

 

"13"

Teatro

 

Sexta-feira, 26 de Maio de 2017, 21:20 horas

Domingo, 28 de Maio de 2017, às 18:10 horas

Ponta do Sol

 

Palco 3 - Auditório do Centro Cultural John dos Passos

 

Entrada: 5€ (Bilhete único)

 

 

RESERVAS

 

Por email: reservas@avesso.pt

 

Por telefone: 963 355 528

 

 

Ou no formulário

 

26 de Maio: aceda aqui

 

28 de Maio: aceda aqui


“13” -  a revelação de um espetáculo

 

A 11 Maio, a 40 km da Cova de Iria, estreia “13”, o novo espectáculo da companhia Peripécia Teatro. A revelação aconteceu precisamente a 13 de Março, dois meses antes da anunciada aparição do novo espectáculo da companhia.  O Centro Cultural Gonçalves Sapinho, na Benedita, recebe a estreia do “13”. “E fica perto da Cova de Iria, até dá para ir a pé”, assegura Sérgio Agostinho, da Peripécia Teatro. 

 

 Inspirados por vários sinais, os três actores da companhia fizeram fé nas coincidências e deitaram mãos à obra. No ano em que se comemoram os 100 anos das aparições de Fátima, a Peripécia Teatro celebra 13 anos de vida, estreia a sua 13ª criação, e celebra os 13 anos das primeiras personagens da primeira criação da companhia: os 3 pastorinhos, Lúcia, Francisco e Jacinta. Assim sendo, “13” é uma espécie de fenómeno de datas e números. “O espetáculo “13” não segue uma linha narrativa próxima ao thriller bíblico, nem uma linha cómica sobre a fé paranormal. Também não segue uma linha satírica sobre o fanatismo milagreiro nem uma linha dramática sobre três crianças num Portugal profundo, em plena Primeira Grande Guerra, à procura do amor e da proteção que lhes faltou. “13” é um nó cego entre todas estas linhas”, conta Sérgio Agostinho. 

 

Antes de 11 de Maio haverá uma ante-estreia para alunos de escolas da Benedita no dia 10. Após a estreia, a 11 de Maio no Centro Cultural Gonçalves Sapinho, “13” permanece em cena na Benedita nos dias 12 e 13 de Maio. Dias 14 e 15 será apresentado no Cine-Teatro de Alcobaça.

 

 Esta criação é uma co-produção da Peripécia Teatro com o Município de Alcobaça e o Teatro do Avesso. Segundo a Peripécia esta co-produção surge no sentido da procura de “ligações mais fortes” com os parceiros que ao longo dos seus 13 anos de trabalho se têm aliado à companhia. Pretende-se “promover uma relação de maior cumplicidade e intensidade com eles e com os seus públicos. A relação Peripécia/Avesso deu os primeiros passos concretos em 2016, mas com uma intenção nesse sentido que já vinha de trás”. Sergio Agostinho continua: “Conhecemos o público da Madeira, graças ao Teatro do Avesso, curiosamente através da nossa primeira criação (Ibéria - A Louca História de uma Península) e a nossa mais recente aventura (a longa-metragem "Até ao Canto do Galo). O Público gostou. Nós gostámos. As circunstâncias e o esforço de ambas as partes permitiram que esta co-produção acontecesse e esperámos com ela criar laços que não nos desatem da ilha.”

 

A Peripécia Teatro é uma companhia transnacional, sedeada em Portugal desde 2004, atualmente com casa numa pequena aldeia de Vila Real, Côedo. O espetáculo tem como autores e interpretes Ángel Fragua, Noelia Domínguez e Sérgio Agostinho. A direção é de José Carlos Garcia. Conta ainda com as colaborações de Paulo Neto, Zétavares, Luis Ribeiro, Eduarda Freitas e Sara Casal. 

 

Está feita a primeira revelação. 


Subscribe to our mailing list

* indicates required